A Cultura Além do Digital

Primeira realização da equipe que formaria O Instituto, o seminário A Cultura Além do Digital, em 2006, foi pioneiro no debate sobre os processos de transformação desencadeados pela difusão das novas tecnologias digitais de comunicação no plano das relações políticas, econômicas e sociais, e seu impacto no contexto da cultura.

Selecionado no Programa Cultura e Pensamento do Ministério da Cultura, realizado simultaneamente nas cidades do Rio de Janeiro e Recife, o seminário A Cultura Além do Digital - organizado em parceria com  o Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC/UFRJ), o Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV e a Fundação Joaquim Nabuco – teve curadoria da professora Heloísa Buarque de Holanda e produção da Mil e Uma Imagens Comunicação.

Entraram em discussão os processos de globalização e a intensificação dos mercados transnacionais da economia e da cultura e seus consequentes problemas sociais, como o desemprego, a exclusão social, a intensificação de racismos e xenofobias e, sobretudo, a desigualdade entre economias centrais e periféricas.

Nos dois ciclos de conferências – com transmissão on line para universidades de todo o país feita pela Rede Nacional de Pesquisa (RNP) - economistas, antropólogos, representantes do Comitê Gestor da Internet, sociólogos, advogados, ativistas sociais, pesquisadores, artistas, ativistas culturais, produtores e estudantes, nas mesas e na plateia, trocaram ideias e informações e traçaram um amplo e diversificado painel do momento de transição para o universo digital.