Workshop Rede de Favelas

Realizado em duas edições, o projeto Redes de Pesquisa em Favela tem como proposta discutir e propor  projetos de pesquisa que apontem para uma cidade mais integrada, mais sustentável e mais próspera.

No primeiro Workshop, em 27 de agosto de 2010, várias lideranças do campo da pesquisa acadêmica e de políticas públicas voltadas para as favelas discutiram as estratégias de desenvolvimento econômico, moradia e segurança implementadas no Brasil e, em particular, no Rio de Janeiro. O evento contou com mais de 100 pessoas na plateia, um público que participou ativamente do evento e apontou para a necessidade de continuidade do debate ali iniciado.

Já no  II Workshop Rede de Pesquisa em Favelas, produzido por O Instituto, em setembro de 2011, tanto a duração como os objetivos foram ampliados. Além de promover o diálogo entre gestores de políticas públicas, acadêmicos, lideranças comunitárias e moradores de favelas, a respeito das vias de inclusão destas comunidades, apontar soluções.

Os painéis envolveram os temas cidadania e estratégias urbanas para a mobilização da comunidade, políticas públicas para economia das favelas, e políticas de segurança na cidade; propostas para cidades sustentáveis,  e projetos culturais e integração urbana. Em seguida a cada painel, pequenos grupos discutiram como construir os projetos de pesquisa e outras iniciativas que conduzam à integração e à prosperidade das comunidades.

Com o apoio da FAPERJ e do BNDES, o II Workshop da Rede de Pesquisa em Favelas foi organizado por Ana Celia Castro, da UFRJ; Camila de Araujo Ferraz e Caroline Teixeira Jorge, do IPEA; Claude Cohen, Danielle Carusi Machado e Emmanoel Boff, do IE e da UFF; Gary Dymski, da UC,Riverside e CEDEPLAR/UFMG; Ilana Strozenberg, da ECO/PACC/UFRJ e O Instituto; Manuel Thedim, do IETS; Marco Crocco, do CEDEPLAR/UFMG; e Teresa Guilhon, d’O Instituto.

Entre os profissionais que participaram do workshop estão Eliana Sousa e Silva, do Núcleo de Pesquisa de Redes de Desenvolvimento da Maré; Clarice Libanio, do Favela é Isso Aí; Mariana Cavalcanti, LAU/CPDOC/FGV; Jailson de Souza, do Observatório de Favelas; Fernando Costa, UNICAMP/Caixa Federal; Silvia Ramos, CESeC/UCAM; Gary Dymski, UC, Riverside e Cedeplar/UFMG; Ivana Bentes PACC/UFRJ; Marcos Vinicius Faustini, da Agência Redes de Juventude e Laboratório Livre da Palavra; Itamar Silva, do IBASE; e Ricardo Henriques, do IPP.