Laboratórios Regiões Narrativas

Um laboratório em constante atualização. O Instituto vem desenvolvendo junto a pesquisadores, artistas e moradores de diversas comunidades cariocas projetos que relacionam criatividade, linguagens narrativas e o saber local. O “carro chefe” dessa empreitada é o Laboratório de Audiovisual Regiões Narrativas, realizado desde  2011 e que atualmente desponta como um espaço para a produção de narrativas e reflexão sobre a cidade.

Em sua primeira edição, nos anos de 2011 e 2012, o laboratório foi dividido em duas fases. A primeira foi um Seminário Internacional, que reuniu pesquisadores e criadores do campo das narrativas transmídia no Brasil e nos Estados Unidos,para uma discussão sobre os impactos das tecnologias digitais em suas diversas modalidades e aplicações. Já a segunda se deu no campo da prática, foram realizadas cinco oficinas: Games, Remix, Animação para cinema, cartografia multimídia e jornalismo cidadão, em parceria com a Biblioteca Parque de Manguinhos, que sediou as atividades, e o patrocínio da Petrobrás.

As primeiras avaliações das atividades realizadas trouxeram uma nova perspectiva para o laboratório: era preciso investir maior tempo nas produções dos alunos, no lugar de seminários, um espaço dedicado totalmente à criação e ao despertar do saber audiovisual. Assim, a ideia de “laboratório” como um local para experimentação e aprofundamento de conhecimentos, foi fortalecida.

A partir desse movimento, a edição de 2014 contou com uma nova roupagem. Em outra parceria com a Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, o Laboratório Regiões Narrativas passou a integrar o programa Favela Criativa e obteve patrocínio da Light. Dessa vez, o laboratório ocupou por 9 meses, com encontros semanais, a Biblioteca Parque da Rocinha. No total foram abertas 90 vagas para as oficinas de animação para cinema, fotografia e vídeo documentário. Além dos encontros nos quais a experimentação audiovisual era um pressuposto imperativo. Mais uma vez, as atividades resultaram em novas narrativas acerca da comunidade por onde passou.

O que está por vir

Em 2016, o laboratório estará em dois territórios da metrópole fluminense. Com algumas mudanças em curso, a equipe do Instituto contemporâneo de projetos e pesquisa trabalha para melhor atender a esses locais de acordo com suas necessidades. Desta vez, as oficinas terão mais tempo para as atividades de cada módulo e acontecerá de forma simultânea nos dois locais.